///5 hábitos que você deve recuperar depois de ter um bebê

5 hábitos que você deve recuperar depois de ter um bebê

5 hábitos que você deve recuperar depois de ter um bebê:

Na minha curtíssima experiência como mãe já posso identificar algumas coisas que não se devem parar de fazer por causa de ter um novo integrante na família.
Sei que na correria do dia a dia, com o bebê recém-nascido, várias coisas mudam e a vida fica de cabeça para baixo. Mas para alegria das puérperas e seus parceiros a boa notícia é que com o tempo as coisas vão melhorando e vários de nossos antigos hábitos podem ser recuperados.

A dica é, não esqueça de tudo para sempre! Nesse post a gente enumera 5 bons hábitos que são possíveis de recuperar mesmo com o bebê pequeno:

  1. Volte a fazer exercício físico.

Depois do nascimento do bebê é difícil fazer um tempinho para se dedicar ao próprio corpo mas com o tempo isso é possível e é muito saudável, não só pelos grandes benefícios que a gente já conhece sobre fazer exercício mas também para se lembrar que você é um indivíduo e que se você não está feliz ninguém na família está.  A energia que o exercício físico proporciona é fundamental para se renovar antes ou depois de uma jornada exaustiva com o bebê.

Eu nunca foi esportista, nem disciplinada com o exercício mas de um jeito ou de outro o exercício físico sempre esteve presente na minha vida, mesmo que for só uma caminhada.

Se não tem condições de deixar o bebê com alguém para voltar a fazer exercício não se preocupe. É possível fazer em casa e com o bebê junto. Sites como o da Canguru Gin ensinam as mães e aos pais a malhar com o bebê. Também tem vários canais no youtube com diferentes propostas.

Quando o bebê está maiorzinho vale a pena sair de bicicleta com ele. Eu faço isso com o Ben desde pequenino e é uma delícia. Ele curte do passeio e dá para chegar a parquinhos diferentes ao que está perto de casa. Dá para fazer tudo de bike na verdade.

Além de fazer bem a você é um ótimo exemplo que você estará dando para seu filho desde pequenino.

Se você não tinha esse hábito antes do bebê nascer, agora é uma ótima oportunidade adquirir hábitos que façam bem a você mesmo e a família toda.

  1. Vá ao cinema.

Hoje em dia esse é um dos pouquíssimos programas que dá para fazer com bebê pequeno graças a Cinematerna.

É possível ir nas sessões com o bebê até ele fazer 1 ano e meio. É um ótimo programa, é tranquilo para você que não está muito na pilha da balada mas quer sentir que dá para fazer um programa de adulto de novo. É renovador sentir isso! E também para o bebê que se for pequeno vai curtir seu colo quentinho e gostoso por 2 horas seguidas! Se não for tão pequeno ele curtirá socializar com os outros bebês no tapete EVA que tem na frente da tela enquanto você assiste o filme.

Pode se programar para ir com alguém, para encontrar outras mães e pais com seus filhos ou simplesmente para ir em companhia do seu novo amor.

Se você não tinha hábito de ir no cinema antes do bebê, considere essa opção para sair um pouco da rotina.

  1. Reserve um tempo para o seu parceiro ou sua parceira se você tiver.

Eu sei que o cansaço do dia a dia vai só gerando um desgaste na vida do casal, mas cabe a cada um de nós alimentar o relacionamento para não nos esquecermos de quanto a gente se ama até as coisas melhorarem e estejamos adaptados totalmente à vida com o novo membro da família.

Você pode pedir para alguém ficar com o bebê uma vez a cada 15 ou 20 dias e sair para jantar ou almoçar, ir numa exposição, ou fazer qualquer coisa que costumavam curtir de fazer juntos antes do bebê chegar. E acredite, mesmo sendo muito pequeno nem o bebê nem a pessoa que cuida dele vão morrer por um par de horas.

Durante a semana vocês podem fazer o bebê dormir cedo e reservar pelo menos uma hora por noite para ver um filme, cozinhar juntos, conversar (mesmo que seja sobre o filho), ficar juntos na internet, ou simplesmente ficarem abraçados olhando pro teto. No puerpério isso é muito importante para os dois. A mulher precisa de contenção emocional que é fornecida pelo abraço do outro e o outro precisa sentir que não foi esquecido ou substituído pelo bebê e essa é a oportunidade. Existe uma carência energética nos primeiros meses de vida do bebê pelo trabalho que ele demanda e as horas de sono não atendidas e isso vai afetando a vida do casal, mas se esse hábito de ser amar em pequenas doses de tempo se mantem, as coisas vão melhorando mais rápido e aos poucos dá para ver como o tempo para o casal vai sendo cada vez mais e de melhor qualidade.

  1. Faça alguma atividade que você amava fazer.

Lembre de você mesma e se permita um prazer.

Quando a gente tem um bebê, de repente ele passa a ser a prioridade máxima, inclusive as necessidades dele vem antes do que as nossas próprias necessidades. Isso faz com que a gente esqueça de se dar um agrado. Se é quase impossível tomar banho, imagina tocar violão! por exemplo… A gente não tem tempo nem para parar e pensar sobre isso. Todo o nosso mundo gira entorno ao bebê e no momento em que finalmente percebemos isto e começamos a ser o centro de nós mesmos novamente a gente volta a ser feliz, se permite um ou vários prazeres e curte mais do bebê. E ai é que a mágica acontece… aos poucos começamos a notar como o bebê fica mais tranquilo e feliz também.

Não se sinta mal se ao lembrar de alguma atividade que gostava de fazer antes de ter o bebê já não o entusiasma tanto.

Quando a gente vira pai ou mãe tem muitas mudanças, tanto externas quanto internas, e os gostos e preferencias pessoais também mudam. Nesse caso aproveite a oportunidade porque pode ser uma redescoberta de você mesmo. Ter filho faz isso e por isso que é tão bom.

Então descubra novas atividades prazerosas para você e faça pelo menos uma vez por semana.

  1. Saia com outras pessoas.

O fato de ter virado pai ou mãe não quer disser que os membros da sua família são as únicas pessoas do universo.

É possível que no início se afaste um pouco dos eventos sociais e até pode ser que sinta muita saudade deles, mas depois você repara que é imprescindível ter esse momento sem filhos nem parceiro, e sem ficar sozinho ou sozinha. Embora os amigos, parentes ou colegas de trabalho não estejam passando por aquilo que você está passando e possa se sentir fora de sintonia com eles, são essas pessoas quem vão colocando você aos poucos de novo no mundo.  Eles podem até entender a sua desaparição mas você precisa deles para desabafar, contar as mil graças do seu bebê e reparar que a vida é bem melhor do que as vezes a gente acha quando se está muito tempo dentro de casa e sempre com as mesmas pessoas.

Com a rotina do bebê a gente perde um pouco a cabeça pensando que não temos mais controle da nossa própria vida. Tudo depende de se o bebê está com fome, quer mamar, está com cólica, tem que dar um passeio para tomar sol, etc. Fazer coisas com os amigos faz a gente quebrar um pouco essa rotina e começamos a sentir que voltamos a ter controle.

E nada impede fazermos amigos novos. A gente sempre quer sentir empatia e sentir que está sendo compreendido, é o jeito de estarmos conectados uns com os outros. E ai aparecem pessoas que vivem nossa mesma situação. Pai de amiguinhos da praça, da escola etc. Amigo nunca é demais, a gente que escolhe, sempre está para apoiar e ainda ajuda a desgrudar da família um pouquinho. Tudo de bom né?

O bebê demanda mais energia do que as vezes podemos obter e esses hábitos são pequenas fontes extras que mantem a harmonia familiar.

Esses 5 passos hábitos que você deve recuperar depois de ter um bebê fizeram com que a adaptação à vida com o Ben, meu filho seja total. Tivemos épocas difíceis, mas a nossa família só se fortaleceu disso e hoje não imaginamos a nossa vida sem ele.

Esperamos que considerem as 5 dicas sobre hábitos que você deve recuperar depois de ter um bebê e elas ajudem vocês caso estejam passado por faces difíceis em sua família por causa de um novo bebê. O importante é que, no final, tudo dê certo e a gente consiga enxergar quão afortunados somos de ter a nossa família e um novo integrante nela.

Nina Bazán

Doula e terapeuta holística.

e-mail:                 [email protected]

Facebook:          /ninabazanrj

Instagram:          ninabazanrj

Whatsapp:         +55 21 97123-6517

By |2017-05-09T14:44:01+00:00março 24th, 2017|Nina Bazán|0 Comments

About the Author:

Leave A Comment